Blockchain: a tecnologia que vai revolucionar prefeituras

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Você sabe o que é a ferramenta blockchain e como ela pode modernizar toda a administração pública? Entenda como esse método está mudando o mundo dos negócios!

A blockchain nasceu em 2008 e era usada, inicialmente, apenas para registrar operações com a criptomoeda bitcoin – o dono da moeda, quem vendeu, quem comprou. Tudo gravado em códigos. Hoje, a tecnologia já é utilizada para transações com qualquer tipo de moeda.

A blockchain pode ser comparada a um “livro de registros” com informações digitais espalhadas pelos computadores de todos que participam do negócio. A tecnologia é basicamente uma forma de validar operações. Os dados não podem ser modificados por nenhum participante, pois precisam ser validados por vários computadores, em bloco (uma operação vinculada à outra), e por meio de códigos. Assim, elimina-se a possibilidade de manipulação de um dos usuários ou ataques de hackers. Por esse motivo, a tecnologia é uma boa aliada de um governo transparente.

O uso da ferramenta pode facilitar a vida de qualquer consumidor, barateando processos do dia a dia. Por exemplo, uma transferência de dinheiro é feita por meio de TED ou DOC, a custos que vão de R$ 8,65 a R$ 18,70. Ao utilizar a blockchain a transferência pode custar centavos!

Blockchains podem ser usadas para gravar negociações, contratos ou itens que as pessoas querem proteger. Em órgãos públicos o sistema ainda não é muito utilizado, pois a maioria dos gestores desconhece o seu potencial. No entanto, analistas acreditam que a tecnologia, além de ser o futuro dos bancos, também deve revolucionar a administração pública!

Benefícios em diversos setores da administração pública

Além da sua utilidade no setor financeiro, o modelo pode facilitar o sistema de registros para autenticar documentos ou reconhecer assinaturas, por exemplo. Quando os dados, como RG e CPF, estiverem dentro da blockchain, não haverá mais necessidade de validação em um cartório.

A tecnologia também pode ser usada na área da saúde. Guardar no sistema os dados como tipo sanguíneo, cirurgias realizadas, medicamentos e alergias, permite que o paciente seja atendido em qualquer lugar do mundo com precisão e segurança.

Sua prefeitura também pode adotar a blockchain

Algumas prefeituras no Brasil estão se mobilizando para utilizar a blockchain na gestão. É o caso da prefeitura de Teresina, capital do Piauí. A cidade será a primeira no mundo a utilizar a tecnologia para gestão do transporte público. A capital vai armazenar de maneira digital, em um único lugar e acessível à população, todas as informações relativas ao transporte coletivo, como o itinerário de viagens.

O objetivo da prefeitura é tornar o sistema mais eficiente e mais atrativo para o usuário, tornando, assim, mais interessante para o cidadão utilizar o transporte coletivo ao invés do veículo próprio. Essa é uma forma inteligente e inovadora de diminuir o número de carros nas ruas e, consequentemente, a emissão de gases poluentes.

Projeto brasileiro com apoio internacional

A iniciativa do município de Teresina denominada “Observatório da Mobilidade: blockchain para a co-gestão do transporte público” foi escolhida entre projetos da América Latina para receber um investimento de € 500 mil do Fundo Europeu para o Clima. Representantes da Agência Francesa de Desenvolvimento visitaram a cidade no mês passado para avaliar o projeto. A proposta pode receber mais apoio de agências internacionais, assim como fundos da União Europeia por se tratar de uma estratégia inédita de urbanismo.

Esse é um exemplo de como o sistema blockchain pode contribuir para a criação de cidades mais inteligentes e sustentáveis. Para saber como as novas tecnologias podem revolucionar a administração de órgãos públicos  e melhorar a relação entre prefeituras e cidadãos, baixe nosso e-book!


Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Sobre o autor
Betha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2019 © Copyright Betha Sistemas