Case Betha: Pagamentos de empenho são facilitados por meio do Tesouraria

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Há quase um ano a prefeitura de Rio Negrinho passou a contar com uma nova solução para melhor gerir a entidade pública. O sistema Tesouraria, da Betha Sistemas, foi implantado no departamento e, desde então, mudou completamente a rotina dos servidores, em especial da tesoureira Roseneide Teresinha Maia. De acordo com ela, em pouco mais de 10 meses após a transição, o serviço no departamento foi otimizado em pelo menos 90%, possibilitando que outras atividades recebam a atenção necessária.

Garantindo a eficiência na gestão das operações e precisão nas informações armazenadas, o sistema automatiza atividades rotineiras e oferece agilidade aos cálculos. Além disso, comenta Roseneide, ele facilita muito o processo de baixa dos empenhos. “Eu reunia tudo para tentar fazer na sexta-feira de cada semana, mas o serviço ia até terça, quarta-feira seguinte, porque eu precisava baixar um por um para colocar a data. Agora, com o processo automatizado, eu faço isso em no máximo um dia”, explana, ao lembrar que “assim eu consigo realizar todas as tarefas com o cuidado que elas merecem. Antes, muitas coisas eram deixadas de lado, viviam atrasadas, porque eu não tinha tempo para fazer”, conta a tesoureira.

O consultor de Vendas da filial Rio do Sul da Betha Sistemas, Maurício José Alves, comenta que no início houve certa resistência dos servidores com a implantação do sistema, mas ela foi quebrada assim que os profissionais notaram como a mudança seria benéfica. “O Tesouraria é integrado a outros softwares oferecidos pela empresa, o que facilita as atividades por meio do compartilhamento das informações. Também permite a emissão de diversos tipos de relatórios, possibilitando o controle completo da movimentação contábil”, aponta.

 

Envio de mensagens aos fornecedores poupa tempo dos servidores


O município de Morro da Fumaça também colhe bons frutos após a implantação do Tesouraria, realizada em janeiro deste no. São poucos meses de uso, mas suficientes para mostrar ao coordenador de Finanças, Robson Francisconi, o quanto a solução facilita a rotina dos profissionais. “Quando cheguei aqui não havia um sistema que auxiliasse na Tesouraria. Na época, os pagamentos eram apenas enviados para a Contabilidade. Não havia controle, poucos relatórios, não era possível atender a fornecedores. Eu não sabia o que estava em aberto. Agora a situação é diferente, a Contabilidade faz o trabalho dela, e nós fazemos o nosso”, comenta ele.

Com a nova solução, o tempo foi otimizado no departamento, e o coordenador tem acesso a todos os empenhos realizados. “O sistema está sendo utilizado quase que plenamente. Sei que ainda há funcionalidades para descobrir, mas pelo que já tenho acesso, posso afirmar que a solução só veio para facilitar o trabalho realizado na Tesouraria”, aponta.

Entre as rotinas utilizadas na prefeitura está o envio de mensagens aos fornecedores, assim que o pagamento foi realizado. De acordo com a analista de Suporte e Implantação da filial Criciúma, Vanessa Laís Rossi, a facilidade poupa tempo dos servidores responsáveis. “É um grande facilitador do dia a dia na repartição. Antes os pagamentos de empenho eram feitos um a um, hoje vários deles são pagos ao mesmo tempo. Além disso era preciso comunicar aos fornecedores sobre o pagamento, gastando muito tempo dos servidores. Agora o cenário é outro, e grandes benefícios já foram colhidos desde a implantação”, garante.

Tags> ,
Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Sobre o autor
Betha
Betha Sistemas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *