Cidades inteligentes estarão mais preparadas para o futuro

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

A tecnologia vem abrindo muitos caminhos para os gestores de todas as áreas do setor público. Em tempos atuais, falar em tecnologia sem relacioná-la à inovação é impossível, uma vez que as mudanças culturais promovidas nos últimos anos com a popularização da internet e a constante evolução dos recursos tecnológicos são um grande convite ao desenvolvimento, modernização e ao progresso.

Na gestão pública a conscientização e a preocupação devem ser ainda maior. Isso porque a tecnologia auxilia e facilita o desenvolvimento de políticas públicas mais específicas voltadas à população e também à divulgação destas ações.

Assim, muito mais do que ser reconhecidas como realizadoras de ações em prol da população, as cidades querem ser reconhecidas como digitais, pois desta forma é possível atestar que estão preocupadas com a qualidade de tudo que fazem. A tecnologia é uma grande aliada, mas ser reconhecida como uma “cidade digital” não é algo que acontece do dia para a noite. A trajetória é longa e requer constante investimento por parte da gestão, sendo necessário oferecer mobilidade digital em grande parte de serviços públicos ao cidadão.

Um recurso ainda a ser explorado pelos municípios são os aplicativos que podem ser acessados através de dispositivos móveis. Por meio desta tecnologia, os serviços públicos ficam disponíveis para o cidadão na palma da mão. Essa modernização contribui para uma maior aproximação da prefeitura com o cidadão e o resultado é a redução de filas nos guichês, acesso a dados como os gastos públicos, além de dados relacionados à área de saúde, educação e habitação. O cidadão se atualiza, tem acesso a serviços e informações importantes e valoriza a transparência com que o órgão lida com o atendimento ao público.

O uso da tecnologia de forma estratégica para oferecer melhorias aos cidadãos vai muito além do aumento da qualidade de vida. Também contribui para o crescimento e desenvolvimento socioeconômico das cidades e para o envolvimento das gerações mais jovens já acostumadas ao universo digital e avessas à burocracia de alguns órgãos públicos.

Os aplicativos reduzem a burocracia dos serviços e reduzem os custos de atendimento principalmente com o uso de papel, impressão, tempo de servidor, tempo do cidadão, entre outros recursos. Neste novo cenário tecnológico, alguns cuidados são necessários. No atendimento digital, a segurança de dados é imprescindível e a aplicação deve possibilitar um acesso pessoal e intransferível, garantindo assim que os dados sejam disponibilizados somente para o usuário final, que é realmente detentor da informação, bem como o poder público tem a certeza de estar atendendo quem realmente é o proprietário do dado.

Buscando constantemente melhorar a comunicação entre cidadãos e prefeituras, prover maior flexibilidade ao sistema e realizar uma cada vez maior inclusão digital, a Betha disponibiliza o aplicativo Minha Cidade.
De forma muito prática, o cidadão consegue fazer o download do aplicativo nas duas principais plataformas do mercado, e uma vez liberado o uso pelo município, o acesso aos serviços e informações ocorre de forma muito simplificada, facilitando assim a conexão entre cidade e cidadão.

 

AUTORES:

Evandro Pazini Tonetto – Especialista de Produto da Vertical Atendimento da Betha Sistemas
Rafael Cacciatori de Mello – Analista de Requisitos da Vertical Atendimento da Betha Sistemas

Tags> , ,
Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Sobre o autor
Betha
Betha Sistemas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *