/blog/lei-do-iss-entra-em-vigor-em-janeiro-de-2018

Blog Betha

Palavra Chave
Filtrar por
Data
 
« Voltar ao blog

Lei do ISS entra em vigor em janeiro de 2018



POR Ronaldo César Viana | terça-feira, 02 de janeiro | ECONOMIA | GESTÃO PÚBLICA

Em janeiro de 2018 entra em vigor a lei municipal regulamentada pela Lei Complementar 157/2016 que estabelece nova redistribuição do valor arrecadado do Imposto Sobre Serviço entre os Municípios. A principal mudança estabelece que o ISS de serviços de administração de cartão de crédito e débito, de operações de leasing e dos planos de saúde passem a ser recolhidos no local em que o Tomador está estabelecido. Até então, a incidência do imposto transcorria no local do estabelecimento do Prestador.


Com a reforma da Lei do ISS, os municípios terão certas vantagens, como a repartição das receitas entre os Municípios, o aumento das receitas próprias, o estímulo à economia local e o investimento em políticas públicas.


Conforme estimativas da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), a entrada em vigor das legislações municipais atualizadas em 2018 pode representar uma injeção adicional de recursos do ISS nos cofres municipais em até 20% ao ano.


A distribuição dos recursos será destinada de maneira mais uniforme aos municípios e embora as expectativas pareçam positivas, a mudança ainda gera dúvidas ao fisco municipal. O assunto é polêmico, porém, de grande relevância e diante disto, a Betha Sistemas está focada em obter soluções que permitam a gestão e cruzamentos de informações. Uma empresa especializada foi contratada para assessorar no aprimoramento dos softwares que lidam com a questão e assim, auxiliar o fisco municipal no controle do ISS dos serviços de cartão de crédito, leasing e cooperativa médica, de acordo com a lei complementar nº 157/2016.


Nosso objetivo é sempre trabalhar para adequar as soluções às necessidades dos servidores. Assim, as administradoras de cartão de crédito, operadoras de leasing e plano de saúde farão a escrituração e a emissão dos documentos fiscais nos atuais recursos já existentes no programa do Livro Eletrônico e do e-Nota. O processo a ser executado por esses Prestadores requer a solicitação e o deferimento de acesso, a inserção manual ou através da importação de arquivo da declaração de serviço ou da emissão da nota fiscal. A importação do arquivo pode ser realizada através de layouts já disponíveis.


O aprimoramento dos nossos produtos é premissa para fortalecer a gestão pública. Pensando dessa forma, é constante a disponibilização de novos métodos para auxiliar o fisco municipal e os usuários na sua rotina diária de trabalho.




Acompanhe nossas Redes Sociais
Instagram Instagram
x Normas e Procedimentos

INFORMAÇÕES

A sua inscrição estará finalizada somente após o recebimento do e-mail de confirmação, enviado pela Universidade Corporativa. A Universidade Corporativa reserva-se o direito de cancelar o treinamento se a quantidade mínima de inscrição não for atingida. Para solicitar qualquer informação sobre nossos treinamentos, acesse a página de contato ou ligue: (48) 3431-0733 Rama: 4792

FORMAS DE PAGAMENTO

Normas Financeiras:
1 a 2 inscrições por instituição: pagamento integral;
3 inscrições por instituição: 15% de desconto;
4 ou mais inscrições por instituição: 20% de desconto.

Através de Sose:
A SOSE será enviada ao participante por e-mail e deverá ser reenviada (digitalizada) assinada pelo responsável do setor junto aos dados de Empenho (se necessário), antes da realização do treinamento. O faturamento será efetuado posteriormente, em nome da instituição participante.

Através de Boleto (PF):
No caso de faturamento para pessoa física, é enviado por e-mail ao participante, o boleto para pagamento. Este deverá ser quitado antes da realização do treinamento e reenviado (digitalizado). Após o pagamento do mesmo, é enviada a nota fiscal.

Observações:
Das pessoas que se inscreverem e não comparecerem ao treinamento será cobrado uma multa de 30% do valor de cada inscrição, em fatura.
Não será reembolsado o valor pago na inscrição a clientes que não comparecerem ao treinamento sem aviso prévio.

x