O controle do transporte escolar como aliado da educação pública

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

A distância de casa até a escola costuma ser um dos grandes agravantes quando o assunto é evasão escolar. Sem linhas acessíveis de transporte coletivo, muitas crianças deixam de frequentar as salas de aula pela falta de condições e segurança para estudar. O acesso à educação é, inclusive, uma garantia da Constituição Federal de 1988 e da Lei nº 9.394/96, mais conhecida como LDB, que também determina que município e estado atuem de forma prioritária, fornecendo o transporte escolar gratuito ou meios para que os alunos cheguem até as escolas. O problema é ainda maior nas áreas rurais que nem sempre possuem escolas, ou quando possuem, apresentam classes limitadas ao ensino fundamental, por exemplo.

O município e o estado devem fornecer garantias para que os educandos tenham acesso e atendimento necessário em todas as etapas da educação básica.  Diante da necessidade de oferecer e garantir o acesso ao transporte escolar, a gestão municipal ou estadual, principalmente as Secretarias de Educação, precisam encontrar formas eficientes para gerir os recursos e controlar a forma como este serviço será prestado à população.

Esse gerenciamento deve ser realizado de forma profissional, de preferência por um software atualizado e que supra todas as necessidades relacionadas ao serviço. O administrador público precisa de facilidades para controlar e monitorar itens como veículos, apólices de seguros, alunos que utilizam o sistema e motoristas. Além disso, a Educação deve ser capaz de vincular os usuários às suas principais linhas e, por meio de relatórios, identificar quantos e quais alunos que utilizam o sistema, sejam eles da rede estadual ou municipal. A emissão das carteirinhas do transporte escolar e a possibilidade de impressão de relatórios cadastrais e de controle devem complementar o leque de opções que o software deve oferecer. Outra grande vantagem de um bom software é a possibilidade de garantir a transparência do uso do dinheiro público. Ou seja, o sistema só pode ser considerado completo se for capaz de fornecer o total controle dos usuários e veículos da sua entidade.

O controle do transporte escolar não é o único meio de assegurar o acesso a uma educação justa e inclusiva, mas, certamente, é um dos itens que devem ser considerados e levados a sério pela gestão da educação pública.


 

Saiba mais sobre a solução Educação da Betha Sistemas e solicite uma demonstração.

Tags>
Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Sobre o autor
Betha
Betha Sistemas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *