O Papel do professor: desafios, obrigações e estratégias para o sucesso em sala de aula

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ensinar é uma arte e o profissional que se compromete a fazer precisa de estudos constantes, especializações e muita força de vontade, levando em conta os desafios que a educação enfrenta. Mas assim como todas as profissões, a de professor conta com alguns direitos e deveres essenciais ao desenvolvimento diário da função.

No Brasil a profissão é regularizada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LBD). Entre as atribuições para o professor definidas pela lei estão:

  • Elaborar a proposta pedagógica;
  • Elaborar o plano de trabalho (planejamento);
  • Zelar pela aprendizagem dos alunos: além de ensinar é necessário cuidar para que todos os alunos aprendam realmente;
  • Elaborar estratégias de recuperação para aqueles alunos que não obtiveram notas satisfatórias;
  • Ministrar os dias letivos de horas-aula;
  • Colaborar com atividades entre a escola e a comunidade escolar: além de envolver os pais no processo de ensino dos filhos, a comunidade deve ser convidada a participar da realidade escolar.

A LDB regulamenta a profissão e indica as principais diretrizes. No dia a dia, porém, é o Plano de Trabalho que vai auxiliar a rotina diária, a organização e realização: desde as atividades básicas até a aplicação de provas, correção e entrega das notas. Esse planejamento pode ser feito anualmente, bimestralmente ou até semanalmente, de acordo com as regras de cada escola. O que é indiscutível, no entanto, é que quanto mais completo e bem feito estiver o planejamento, mais tranquila e eficiente será a rotina do professor que além de cumprir as horas em sala de aula, precisa preparar aulas, organizar atividades, controle de frequência, avaliações, entre tantas outras atividades que são inerentes à função.

Diante destes desafios e da falta de tempo, a gestão do trabalho é essencial. A LDB rege a profissão e regulamenta as obrigações do professor, mas a lei não se opõe ao uso de ferramentas e estratégias para que o profissional desempenhe sua função da melhor maneira possível. Pelo contrário, muitas vezes o uso de um software especializado ajuda muito, principalmente na questão de economia de tempo.

Um sistema que seja de fácil e rápido acesso para realizar todo controle e acompanhamento das aulas, que permita fazer um controle total da rotina escolar com agenda, planejamento, chamada. E que tudo fique registrado para acesso frequente, com possibilidade de integração entre pais e alunos. Tudo sem infringir qualquer orientação da LDB e ainda potencializando a rotina do professor e dos alunos e, consequentemente, melhorando a educação.

 


Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Sobre o autor
Betha Sistemas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *