A perfeita união da tecnologia e da gestão pública

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O setor da gestão pública vem sofrendo uma revolução silenciosa, porém acelerada. Nas universidades brasileiras o número de cursos superiores na área explodiu nos últimos cinco anos, aumentando a carência de profissionais devidamente capacitados no assunto. Este cenário também se deve às inúmeras oportunidades ainda pouco exploradas em todo território nacional.

Em paralelo, e com a mesma – senão maior – velocidade, temos acompanhado a evolução da tecnologia dos sistemas, principalmente na área de inteligência artificial. Como exemplos fáceis podemos citar a Siri, assistente do iPhone, e o Google Now, assistente do Android.

Outro caso da aplicação da inteligência artificial que ganhou notoriedade na mídia foi o fato do super computador Watson, da IBM, ter chego à mesma conclusão sobre um determinado processo, com mais de 90% de similaridade, que uma junta de advogados. Traduzindo em poucas palavras, hoje o Watson está habilitado para advogar em determinados casos.

Explorando um pouco mais dos exemplos do dia a dia, quando você ou alguém que você conheça está utilizando as redes sociais, gera automaticamente conhecimento para sistemas inteligentes que funcionam nos servidores dessas empresas. Repare bem na seguinte situação: você decide comprar um novo tênis de corrida e faz uma busca no Google, por exemplo, atrás de detalhes técnicos, avaliação das marcas, preço e lojas onde a sua compra está disponível. Repentinamente você vai perceber que as redes sociais e outros portais começarão a lhe oferecer este produto por meio de propagandas, ou seja, eles sabem exatamente o que você quer, sabem o seu comportamento e seus hábitos, e com isso estão transformando as antes indesejadas propagandas em poderosas ferramentas de consumo.

Isto não se resume às redes sociais, mas também à inteligência que está por trás do negócio. Vimos o surgimento de novos cursos em universidades, de novas profissões e de novas tecnologias. Um termo bastante utilizado para este movimento todo é o conceito de “big data”, onde os computadores analisam grandes massas de dados, procurando padrões, traçando comportamentos e facilitando a tomada de decisão por parte dos detentores da informação.

E é justamente este ponto, onde a inteligência artificial e a gestão pública se unem, que vamos explorar as possibilidades que surgem nos mais diversos setores da gestão pública. Para ser mais didático, abordarei os exemplos por áreas.

 

                                                                                 Educação

 

            Imagine uma taxa de evasão escolar de 30% a 40% entre os alunos da 3ª série, no período vespertino, sendo que a maioria são meninos e residem em regiões com alto índice de criminalidade. Tendo este cenário de antemão, o gestor municipal pode realizar trabalhos sociais e trazer este triste índice para baixo, antes mesmo de concretizar a sua gestão, ou no novo ano que se inicia. E se isso fosse feito sem intervenção manual? E se ao invés do gestor acessar determinado módulo do sistema para solicitar a informação, isso ocorresse justamente de forma contrária? Se o sistema entendesse que é um fenômeno cíclico cujo início está próximo e avisasse o gestor proativamente?

 

                                                                                   Saúde

 

            Analise comigo, você tem um sistema de saúde implantado no seu município, e diante de determinadas patologias, os médicos vão prescrevendo receitas e procedimentos. Se você leu atentamente a primeira parte deste post, já fez a ligação com a situação dos advogados e do Watson, certo? É exatamente isso, o sistema vai aprendendo e poderá realizar prescrições com base no conhecimento de todos os médicos, já imaginou? O sistema chegando a mais de 90% de acerto?

 

                                                                             Contabilidade

 

            Pense na seguinte situação: A cada bimestre seu município precisa enviar um relatório da LRF, porém, por motivos alheios, o envio não é feito. Que tal se o sistema disparasse um alerta? Muito simples, não é? E se ele entregasse o relatório junto com o aviso? Dá para melhorar mais um pouco? Perfeitamente, e se ele, ao perceber o problema, enviasse um alerta dizendo “Caro gestor, você pode ter tido algum imprevisto, o prazo do envio do relatório da LRF era hoje, então eu fiz o envio para você”. Isto é inteligência artificial a serviço do gestor municipal e dos munícipes.

 

                                                                              Arrecadação

 

            Supondo que sem uma informação consistente da área da saúde, seu município esteja passando por um princípio de epidemia de dengue, e com isso a despesa nos postos de saúde e hospitais municipais vêm crescendo silenciosa e perigosamente. O sistema percebe esse aumento, nota que no setor de arrecadação é estimada uma receita positiva superior a dos exercícios anteriores e já sugere um trabalho de prevenção, simulando inclusive a redução de gastos com a saúde, caso este trabalho seja efetivo.

 

 

O que fiz aqui foi tentar despertá-lo para o universo praticamente inexplorado na gestão pública, juntamente com o poder da inteligência artificial. Afirmo, também, que estamos fazendo a nossa parte no estudo das disciplinas e tecnologias que cercam este universo, e que pretendemos cada vez mais surpreendê-los com a inovação contínua.

Podem ter certeza que veremos bons frutos desta relação que beneficiará continuamente a comunidade e os gestores municipais.

Se você quiser trocar alguma ideia diretamente comigo, fique à vontade para entrar em contato, este é um assunto que me fascina e sempre que posso participo de debates sobre ele.

Forte abraço e nos vemos em breve.

Tags>
Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Sobre o autor
FABIO
Gerente de Fábrica de Software da Betha Sistemas. Graduado em Sistemas de Informação, especialista em gestão de projetos. Faz parte do time de especialistas Betha há 3 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *